Mahoutsukai No Yome: O amor sob um ponto de vista diferente

em 11.9.18


A Semana começou naquele clássico pique de agitação por aqui mas isso não me impediu de vir até o nosso cantinho contar sobre uma obra que me fascinou completamente: Mahoutsukai No Yome, mais conhecido como The Ancient Magu's Bride.

Há muito tempo eu estava buscando organizar minha lista de animes e esse é um dos que estavam ali esperando para ser assistido. The Ancient Magu's Bride é escrito e ilustrado por Kore Yamazaki e recebeu sua adaptação para anime contando com 24 episódios em 2017, produzido pela equipe do Wit Studio.

A sinopse não é tão chamativa, porém, assim que você assiste o primeiro episódio é impossível não sentir aquela forte curiosidade para continuar e descobrir como essa história se desenrola. Nossa protagonista é Chise Hatori, uma jovem de cabelos ruivos e tristes olhos verdes. Ela tem apenas 15 anos, mas é tomada por uma vida de dificuldades e completamente desesperançosa ela se disponibiliza a ser leiloada. É justamente nesse ponto que a roda do destino finalmente resolve se mover e fazer uma reviravolta na vida de nossa tristonha garota.

Chise Hatori é uma personagem incrível e que vai te arrancar grande admiração.

Logo somos tomados por uma curiosidade absurda em torno de uma figura nada agradável visualmente e até um tanto assustadora que agora fará parte da vida de Chise.  Elias Ainsworth é uma criatura digna de contos infantis e que em certos momentos nos faz lembrar da Fera de um dos contos mais famosos da Disney. Apesar de amedrontador, acompanhamos a trajetória de dois destinos completamente diferentes que se unem de uma forma magnifica. Em toda a minha vida de animeira nata, eu nunca me surpreendi tanto com uma história como essa me surpreendeu. 

Não é de hoje que sabemos o quanto animes carregam moral em seu enredo e o quanto podemos aprender com isso. Mas em Mahoutsukai No Yome, além de aprendermos com cada episódio, a jornada filosófica da personagem é ainda mais profunda. Lidamos com questionamentos internos, mágoa, abandono. Se você sofre de transtornos como depressão ou até mesmo ansiedade, após assistir cada episódio você sentirá como se estivesse evoluindo junto da protagonista e ficamos felizes em ver todo o amadurecimento da personagem. É muito mais do que uma animação, cada um dos episódios nos mostra um sentido especifico até mesmo em como lidar com uma situação traumática e passarmos a enxergar as coisas sob novos olhos. 

É uma jornada que envolve muito mais do que dar e receber, é sobre o quanto o vínculo criado com alguém é tão forte a ponto de devolver-nos a vontade de viver, o amor e perseverança para com a vida. É também uma lição sobre enxergamos além do que os  nossos olhos podem ver, sobretudo aquilo que está dentro de cada um e de si mesmo, então se quer uma dica preciosa: prepare seu lencinho e não poupe as lágrimas.

Além disso, a parte visual é extremamente bonita e esbanja fofura. A trilha sonora é muito boa também. O que mais me chamou a atenção é a forma de destacarem as estações e cenários de uma forma única. Você provavelmente terminará essa jornada com uma sensação de preenchimento em seu coração e ficará completamente apaixonada(o) pelos personagens e criaturinhas que fazem parte desse universo. 

Espero muito que vocês tenham gostado, um grande beijo e até a próxima! 

Um comentário , comente também!